‘O Irlandês’: De Niro defende papel de ‘poucas falas’ de Anna Paquin

Reprodução/NetflixDe Niro estrela “O Irlandês”, filme de Scorsese para Netflix

“O Irlandês”, filme de Martin Scorsese que estreou na Netflix na semana passada, tem tido ótimas críticas e sido coberto de elogios. No entanto, uma questão foi alvo de críticas: a principal personagem mulher do longa, interpretada por Anna Paquin, fala apenas seis palavras em 10 minutos de cena.

Paquin é Peggy Sheeran, filha de Frank Sheeran, papel de Robert De Niro. Ao longo de sua vida, ela suspeita que seu pai – um assassino de aluguel para a máfia da Filadélfia – de ser uma pessoa moralmente corrupta. Mesmo aparecendo no longa, ela mal fala, e geralmente apenas encana Frank em silêncio.

Desta forma, houve o questionamento a respeito do por quê ela foi tão sub-utilizada. De Niro, por sua vez, defendeu Scorsese e o roteirista Steven Zaillian: “Ela foi muito poderosa, foi isso que aconteceu. Talvez em outras cenas poderia ter tido alguma interação entre ela e Frank, mas não foi assim que foi feito. Ela é incrível e deixa isso claro.”

A própria Anna usou seu Twitter para defender o papel, rejeitando boatos de que Scorsese havia a ordenado a participar do longa. “Eu fiz a audição pelo privilégio de integrar o incrível elenco de ‘O Irlandês’. Tenho muito orgulho de fazer parte dele”, escreveu.