Dólar fecha a R$ 4,086, maior alta desde 8 de novembro; Bolsa recua de novo

Apesar do “alívio” quanto às tensões entre Estados Unidos e Irã, o dólar comercial fechou o dia em alta de 0,85%, a R$ 4,086. É a maior variação positiva diária desde 8 de novembro, quando a moeda americana disparou 1,83% em relação à sessão anterior.

No cenário doméstico, contribuiu para a alta do dólar os últimos resultados da produção industrial no Brasil, que ficou aquém do esperado. Em novembro, o índice recuou 1,2% frente a outubro, a leitura mais fraca para o período em quatro anos, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O Ibovespa, por sua vez, acumulou mais uma baixa, tendo encerrado o pregão em 115.947,11 pontos. A queda de 0,26% registrada hoje é a quinta consecutiva para o principal índice de Bolsa brasileira.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor é sempre maior.

*Com Reuters

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Entenda como funciona o câmbio do dólar

UOL Notícias