Parlamento Britânico aprova projeto final de Johnson para o Brexit

A Câmara dos Comuns do Reino Unido aprovou nesta 5ª feira (9.jan.2020) o projeto do primeiro-ministro, Boris Johnson, para o Brexit. Por 330 votos a 231, os Commons deram o aval final para o divórcio do país com a UE (União Europeia). Com a vitória dos conservadores, a saída está confirmada até 31 de janeiro –prazo estabelecido por Bruxelas.

O texto segue agora para a Câmara dos Lordes –a Casa Alta do Parlamento Britânico. Os Lords começam a deliberar sobre o Brexit na próxima 2ª feira (13.jan.2020).

A saída britânica da União Europeia foi aprovada em 2016 em 1 referendo apertado: foram 52% dos votos favoráveis à medida. No entanto, o processo tem-se mostrado mais complexo do que parecia a princípio. A data limite para confirmar a saída já foi adiada 3 vezes, enquanto Westminster discutia o tema.

O ministro do Brexit, Steve Barclay, afirmou que é “tempo de avançar”. “Esse texto vai assegurar a nossa saída da União Europeia com 1 acordo que dá certezas às empresas, protege os direitos dos nossos cidadãos e assegura que retomamos o controlo do nosso dinheiro, das nossas fronteiras, das nossas leis e da nossa política comercial”, declarou.

Depois do Brexit

Confirmada a saída da União Europeia, terá início 1 período de transição, no qual as relações entre o Reino Unido e o bloco permanecerão inalteradas até 31 de dezembro deste ano. O dia 1º de julho é o prazo final para prolongar essa fase por 1 ou 2 anos, pedido que terá de partir sempre de Londres.

As partes terão de definir uma nova fórmula para as suas relações comerciais e de segurança. Não havendo prorrogação do prazo, em 31 de dezembro de 2020 será o fim dos laços entre a Europa continental e o Reino Unido tal como vigoraram ao longo de 47 anos.


Com informações da Agência Brasil